Acessibilidade
A+
A-
Contraste
Retornar acessibilidade

Prefeitura irá homenagear Força Aérea Brasileira e pilotos pimentenses sobreviventes de acidente aéreo


Publicado em: 21/11/2019 13:09 | Fonte/Agência: Aicom | Autor: Aicom

 

 

Prefeitura irá homenagear Força Aérea Brasileira e pilotos pimentenses sobreviventes de acidente aéreo

 

No próximo domingo, dia 24 de Novembro às 9h da manhã, uma comitiva da Força Aérea Brasileira estará aterrissando no aeroporto municipal de Pimenta Bueno, onde serão homenageados com a Medalha do Mérito de Bravura Barão de Melgaço, instituída pela Prefeitura Municipal.

A homenagem é uma forma de reconhecimento pelo ato de bravura no salvamento dos pilotos pimentenses, vítimas de acidente aéreo ocorrido no dia 30 de Novembro de 2018.

O Prefeito Delegado Araújo resolveu fazer a homenagem, pois reconheceu como ato heroico tanto dos militares que se empenharam no salvamento e os pilotos por terem mantido o ânimo e firmes diante das dificuldades. 

“É muito importante que os nossos heróis sejam reconhecidos e homenageados”, destaca o Prefeito que leva muito a sério questão do reconhecimento de atos de bravura.

A administração convida a toda população para prestigiarem esta solenidade em homenagem a esses verdadeiros heróis.

Local: Aeroporto Municipal de Pimenta Bueno

Data: 24 /11/2019 (Domingo)

Horário: 9 horas da manhã

Prefeitura de Pimenta Bueno

 

Confira parte dos relatos publicados na Revista da Força Aérea Brasileira – AEROVISÃO:

 

“DO DRAMA AO FINAL FELIZ, foi esse o título usado em reportagem publicada na Revista da Força Aérea Brasileira – AEROVISÃO, edição nº 261 de 2019, descrevendo a situação que envolveu o acidente de avião que tinha como tripulantes, o piloto Marcelo Balestrin e seu amigo, o copiloto Jhon Cleiton Venera.

30 de novembro do ano de 2018, data que jamais será esquecida. Com o translado autorizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a aeronave PT-ICN decolou de Pimenta Bueno, tendo como destino Santo Antônio do Leverger (MT), onde passaria por revisão para regularização de licença de voo.

O voo era tranquilo, mas ao passar pela região de Cáceres (MT), próximo a fronteira com a Bolívia, a chuva forte impossibilitou a visão do piloto, não dando para perceber que a aeronave foi perdendo altitude, ocorrendo o choque com as arvores.

Sobrevivendo à queda do avião na floresta e feridos em meio aos destroços da aeronave, Marcelo e Jhon teriam pela frente o desafio de se manterem vivos e torcer para serem encontrados.

Após quatro dias perdidos na mata fechada, sem alimento, água, abrigo ou expectativas de salvamento, os dois foram resgatados por militares da Força Aérea Brasileira (FAB) a bordo de um helicóptero H-60L Black Hawk.

A revista AEROVISAO destacou que se fosse possível descrever o som da esperança, provavelmente Balestrin diria que é como o som do rotor de um helicóptero, pois prestes a se tornar estatística de tragédias aeronáuticas, esse foi o ruído que deu a ele e ao amigo uma chance para o recomeço da vida.

O som do helicóptero de resgate foi ouvido por Marcelo e Jhon na manhã de sábado, 04 de dezembro de 2018, quatro dias após a queda. O piloto e copiloto tentaram sinalizar, fizeram barulho, porém não foram avistados.

No período da tarde, a tripulação, sem êxito, voltou à base e recebeu a ordem para fazer novas buscas e alguém da tripulação teve a impressão de ter ouvido o sinal do Transmissor Localizador de Emergência. Ao retornar e passar pelo local, um tripulante avistou a aeronave e foi possível avistar os dois sobreviventes acenando.

A operação de busca e salvamento teve início no sábado 01 de Dezembro de 2018, sendo coordenada pelo Salvaero Manaus, contando também com a participação da aeronave SC-105 Amazonas, que realizou mais de 40 horas de voo durante as buscas.

Cerca de 30 militares do Esquadrão Pelicano (2º/10º GAV) estiveram envolvidos nos quatro dias de buscas. Militares do Esquadrão Pantera (5º/8º GAV) e do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (PARA-SAR) também fizeram parte da tripulação  que realizou o resgate.

 

No hospital, o piloto Marcelo agradeceu, ‘Vou levar isso por toda a minha vida. Só posso agradecer por não terem abandonado a gente e continuarem com as buscas. Lembrarei disso eternamente.’ Os agradecemos foram direcionados a Força Aérea Brasileira por realizarem um trabalho arriscado e tão valoroso, pessoas que estão acostumadas a içar vítimas sem vida em missões de resgate, mas sem perder a esperança de a cada saída para qualquer que seja o resgate, encontrar sobreviventes, como foi o caso do acidente envolvendo a aeronave que decolou aqui de Pimenta Bueno.”

 

A Reportagem completa sobre o acidente é da revista AEROVISÂO, TENENTE JORNALISTA JONATHAN JAYME.